segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

DEVASTAÇÃO

 Se a nação não agir o povo não reclamar
A mata vai se acabar e a fauna desaparece
Pois a cada dia cresce queimada e desmatamento
Sobra pasto falta alimento e ninguém se compadece
Quando o homem não destrói vem a praga e corroi
O pouca que ainda resta
E ainda fazem festa no são joão queimam madeira
No sertão a aroeira quase que desaparece
Nessa guerra só quem perde é a própria natureza
Vai faltar feijão na mesa e o povo não desperta
Que desmatando a floresta os rios desaparecem
Todo planeta se aquece e pouco pra o humano resta.

video
EMANOEL CARVALHO


05/12/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário