domingo, 6 de novembro de 2011

LEMBRANÇAS DO MEU SERTÃO

As veses vem na lembrança as coisas do meu sertão
Acasa velha de barro tambem de barro o fogão
Com uma chapa de ferro quatro furos com um tampão
Trabalhando o dia inteiro movido a lenha ou carvão
Os utensilios de barro e um forno de assar pao
Era aceso o dia inteiro pra preparar a refeição




Na sala a gente via a velha mesa encostada
Oito cadeiras de couro lamparinas penduradas
Seis tamboretes espalhados pra quem fisesse chegada
Sete tornos nas paredes pras redes nas descansadas
Um pote de aqua fria colhida na invernada
E sobre a mesa eu vi um ferro de passar a brasa


No quarto do casal tinha cama com colção de palha
A janela pro nascente a porta dava pra sala
um oratório na mesinha com são vicente de paula
Perto da cama uns tijolos encima deles a mala
Pendurada na parede a espingarda e as balas
Embaixo da cama um penico que tudo ver mas não fala


Um outro quarto isolado com um grande janelão
Era muito ultilizado como paiol de algodão
E alguns silos que guardava milho farinha e feijão
Tambem guardava as ferragens foice machado e facão
A sela de montaria esporas arreios e gibão
O moinho de moer cafe e o arado de cortar chão


No terreiro da cosinha se encontrava o pilão
Mais na frente pude ver carroça e carro de mão
Galinha pato e guine a pequena criação
No cercado um burro preso comia numa cocheira
Embaixo de uma latada um boi de campinadeira
Descansava do trabalho admirando a capoeira


Vendo a casa por fora de alpendres rodeada
Um cepo velho rachado um banco e uma rede armada
Uma pedra de amolar e a cangalha pendurada
Em frente um juazeiro sombreava o ambiente
Atrás o curral do gado mantinha algumas sementes
São lembranças do sertão que guardo na minha mente


EMANOEL CARVALHO
06/11/2011

2 comentários:

  1. Fico feliz em saber que você tem esse dom maravilhoso de poeta. Parabéns e sucesso em sua nova empreitada.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns amigo!!! Que DEUS te ilumine a cada dia com uma nova inspiração, para assim nos presentear com belos textos. Lysandra

    ResponderExcluir